SEO – Principais Fatores para o ranking no Google – Parte II

Esta segunda parte do artigo é uma continuação do guia para iniciantes desenvolverem White Hat SEO eficaz e ter seus projetos nas primeiras páginas do Google. Caso não tenha lido a primeira parte, veja aqui: SEO – Principais Fatores para o ranking no Google – Parte I

As dicas que você vai ler neste tutorial irá ajudá-lo a criar um site bem-sucedido. Abaixo mostraremos todos, sendo que alguns são provados, outros passíveis de controversas e alguns outros pura especulação nerds.
Este post é baseado no site backlinko, caso queira ver o original basta ir ao link. Mas eles estão todos aqui.

Google - Fatores de nível local

  1. Conteúdo que fornece valor e insights exclusivos

O Google afirmou que eles estão na caça de sites que não trazem nada de novo ou útil, especialmente os sites de afiliados.

  1. Página com Fale Conosco

O Documento de Qualidade do Google afirma que eles preferem sites com uma “quantidade adequada de informações de contato”. Suposto bônus se suas informações de contato coincidem com sua informação do whois.

  1. Trust TrustRank do domínio

A confiança local – medido por quantas ligações de seu site são altamente confiáveis .É um fator de ranking  extraordinariamente importante.

  1. Arquitetura do Site

Uma arquitetura de site bem estruturada ajuda o Google a organizar seu conteúdo de forma automática. Quando os visitantes não encontram o que eles precisam em um site, eles provavelmente o deixam e isso contribui para alta taxa de rejeição, baixo tempo de permanência e baixo número de páginas visualizadas.

  1. Atualizações do site

A frequência com que um site é atualizado e especialmente quando novo conteúdo é adicionado ao site é um fator de “frescor” de todo o site.

  1. Número de páginas

Um site com um grande número de páginas não automaticamente classificação melhor do que outros. Portanto, adicionar mais páginas ao seu site não ajudará sua página a classificar automaticamente melhor do que sites menores. No entanto, um site com mais páginas, naturalmente, vai obter mais tráfego porque cada uma dessas páginas individuais também podem classificar para o seu próprio conjunto de consultas de pesquisa.

  1. Sitemap

Um sitemap ajuda motores de busca indexar suas páginas mais facilmente, melhorando a visibilidade.Google - Sitemap

  1. Tempo de funcionamento do site

Muita inatividade ou problemas de servidor podem prejudicar sua classificação e pode até resultar em desindexação se não corrigida.

  1. Localização do Servidor

A localização do servidor é improvável que seja um forte fator de classificação para o Google. Existem, em vez dúzias de outros fatores de classificação que são mais importantes e teria um maior impacto em seus rankings em comparação com o movimento de seu site mais perto de seu público. Por exemplo, citações locais, sites de revisão e sites da indústria provavelmente forneceriam um benefício maior de SEO.



  1. Certificado SSL

O Google confirmou que indexam certificados SSL e que utilizam HTTPS como um sinal de classificação .

  1. Termos de Serviço e Páginas de Privacidade

Estas duas páginas ajudam a dizer ao Google que um site é um membro confiável da Internet.

  1. Duplicação meta informação

Duplicação de meta informações em seu site pode derrubar toda a visibilidade da sua página.

  1. Breadcrumb

Google - breadcrumbs

Este é um estilo de arquitetura ajuda os usuários e motores de busca saberem onde estão em um site. Alguns especialistas afirmam que este pode ser um fator de classificação.

  1. Otimizado para dispositivos móveis

A postura oficial do Google em relação aos dispositivos móveis é que devemos criar um site responsivo. É provável que os sites responsivos obtenham uma certa vantagem nas pesquisas feitos a partir de dispositivos móveis.  O Google também começou a penalizar sites na pesquisa móvel que não são responsivos.

  1. YouTube

Não há dúvida de que os vídeos do YouTube recebem tratamento preferencial nos SERPs (provavelmente porque o Google é proprietária). O tráfego do YouTube aumentou significativamente após a atualização do Google Panda .

  1. Usabilidade do site

Um site que é difícil de usar ou navegar pode prejudicar ranking, reduzindo o tempo no site, páginas vistas e taxa de rejeição. Este pode ser um fator algorítmico independente recolhido de quantidades maciças de dados dos usuários.

  1. Uso das Ferramentas do Google Analytics e Google webmasters

Alguns pensam que ter essas duas ferramentas (Analytics e webmasters) instalados em seu site pode melhorar a indexação de sua página. Eles também podem influenciar diretamente a classificação, dando ao Google mais dados para trabalhar com taxa de rejeição mais precisa, se você recebe ou não o tráfego de referência de seus backlinks.

  1. Comentários de usuários/reputação do site

Os motores de busca locais amam comentários, uma razão preliminar, consumidores amam comentários sobre produtos ou serviços. Além disso, os comentários dos clientes podem ter um impacto direto no ranking dos resultados de pesquisa local. Alguns sites Google Meu Negócio, Facebook, Yelp e RipOffReport.

 Google - Fatores de Backlink

 

  1. Vinculação de idade do domínio

Backlinks de domínios mais antigos podem ser mais poderosos do que novos domínios.

  1. Nº de vinculação de domínios Raiz

O número de domínios de referência é um dos fatores de ranking mais importantes no algoritmo do Google. Vários backlinks de um único domínio serão agrupados e contados como um domínio raiz de ligação.

  1. Nº de Links de IPs Separados de C-Class

Links de endereços IP de classe-c separados sugerem uma maior largura de sites ligando a você.  Em palavras simples, se você tem vários sites que estão interligando uns aos outros, então seus sites precisam ter endereços IP não relacionados (IP diferente C-Class). Se não o fizer, a criação de vários sites que tenham estruturas de palavras-chave semelhantes e um link para o outro certamente fará com que os spiders do Google tenham suspeitas e penalizem seus sites.

  1. Número de páginas de Ligação

O número total de páginas de ligação – mesmo se algumas estão no mesmo domínio – é um fator de classificação.

  1. Tag Alt (links de imagem)

O texto dentro da tag “Alt” é versão de uma imagem de texto âncora.

  1. Links dos domínios .edu ou .gov

É questionável ainda se os links dos domínios .edu ou .gov possuem mais valor do que os dos domínios padrão. Provavelmente, mas também estes domínios muitas vezes têm o Domínio Autoridade (DA) muito alto, sempre estamos interessados ​​em obter links a partir deles.

  1. Autoridade de ligação da página

A autoridade da página de referência é um fator de ranking extremamente importante. Cada link em uma página recebe parte da autoridade da página. Se há um monte de links em uma página, pouca autoridade é passada.  Além de autoridade, links também comunicam relevância e qualidade. Se você quiser fazer uma página relevante para um determinado tópico, certifique-se de obter links de páginas que compartilham o mesmo tópico.

  1. Autoridade do Domínio de Ligação

A autoridade do domínio de referência pode desempenhar um papel independente na importância de um link.

Links para páginas com maior autoridade de domínio será um fator maior do que aqueles em domínios de autoridade baixa. Portanto, você deve se esforçar para construir links de domínio de sites com alta autoridade.

  1. Links de concorrentes

Backlinks de sites relevantes em seu nicho valerá significativamente mais do que aqueles de sites irrelevantes ou páginas da web. Algumas pessoas acreditam que os links de concorrentes para a mesma posição de pesquisa que você vale mais do que outros também.

  1. Ações Sociais da Página de Referência

Websites e conteúdo que são compartilhados em redes sociais como Facebook, Instagram, Linkedin, Pinterest e outros sempre superam os sites que são invisíveis em redes sociais. O Google entende que apenas o conteúdo digno de ações merece ser indexado bem.

  1. Links de Neighborhoods ruins

Links ruins ou pagos podem prejudicar seu site.

  1. Guest Posts

Embora guest posting seja parte do White Hat “chapéu branco” em SEO, links provenientes de guest posts especialmente dentro da bio área do autor pode não ser tão valioso como um link contextual na mesma página.

  1. Links para o domínio da página inicial

Os links para a página inicial de uma página de referência podem ter uma importância especial na avaliação do peso de um site e, portanto, de um link.

  1. Links Nofollow

relnofollow

Um dos assuntos mais discutidos em SEO por especialistas. O Google se posiciona da seguinte forma sobre o assunto é: “Em geral, não os seguimos.” Em geral, ter pelo menos em certos casos um certo percentual de links nofollow também pode indicar um perfil de link natural versus não natural.

  1. Diversidade de Tipos de Link

Ter uma porcentagem anormal de seus links vindos de uma única fonte (por exemplo, perfis de fórum, comentários de blog) pode ser um sinal de webspam. Por outro lado, links de diversas fontes é um sinal de ligação natural.

  1. “Links Patrocinados” Ou Outras Palavras ao Redor de Link

Palavras como “patrocinadores”, “parceiros de links” e “links patrocinados” podem diminuir o valor de um link.

  1. Links Contextuais

Links incorporados dentro do contexto do conteúdo/artigo de uma página são considerados mais valiosos do que links em uma página vazia ou encontrados em outra parte da página como rodapé, barra lateral, etc.

  1. Excessivos redirecionamentos 301

redirect 301

Links provenientes de 301 redirecionamentos podem influenciar a autoridade do site.

  1. Backlinks em texto âncora

Texto âncora de um link possui um forte impacto. Suponha que você tenha um site com apenas 10 páginas e a maioria dessas páginas estão vazias. Se 20 dos maiores sites do Brasil linkasse para o seu site com o texto âncora “cursos online gratuitos”, então o seu site ficará no topo das buscas para a palavra chave “cursos online gratuitos”

  1. Textoâncora de ligação interna

O texto âncora de ligação interna é outro sinal de relevância, embora provavelmente pesado e de forma diferente do texto âncora de um backlink.

  1. Atribuiçãodo título do link

O título do link (o texto que aparece quando você passa o mouse sobre um link) também é usado como um sinal de relevância fraco.

  1. Extensão de um TLD de um País

Ter um Domínio de País (.br, .pt, .es) ajuda o ranking do site para esse país em particular, mas limita a capacidade do site para classificar globalmente.

  1. Localização do Link no Conteúdo

Os  links no início de um conteúdo carregam um pouco mais de peso do que os links colocados no final do conteúdo.

  1. Localização do link na página

A localidade um link em uma página é um fator importante. Geralmente, os links incorporados no conteúdo são mais poderosos do que os links em áreas como rodapé e/ou barra lateral.

  1. Relevância do Domínio de ligação

Link vindo de um site em um nicho similar é significativamente mais poderoso do que um link vindo de um site completamente não relacionado. Por isso, qualquer estratégia de SEO eficaz hoje foca na obtenção de links relevantes.

  1. Relevância no nível de Página

Desempenha um papel importante no aumento do impulso da página. Quando um link de uma página está intimamente relacionado com o conteúdo, ganha mais valor do que ter de página da Web totalmente independente. Este fator de classificação é baseado no algoritmo hillhop, onde ele afirma que o documento de página deve ter conteúdo relacionado com as palavras-chave.

  1. Sentimento de backlinks

Como muitos SEOs agora sabem, o Google está planejando para desencadear uma série de atualizações para seu algoritmo.

Especula-se que o Google vai começar a usar algum tipo de análise de sentimento automatizado para determinar se um backlink não é apenas autoritário, mas positivo ou negativo no sentimento. Por quê? Bem, existem muitas indústrias que recebem uma abundância de links para seus sites, mas eles são geralmente de artigos ou posts que atacam suas práticas ou da indústria. Usando análise de sentimento, o Google será capaz de adicionar peso extra para os links que são neutros ou positivos, e desvalorizar os links negativos.

  1. Palavra-chave no título

Usando a palavra-chave no título da página adiciona um impulso extra. O título da ideia para o motor de busca e usuários sobre o conteúdo e o assunto da página. Fornecer uma palavra-chave atraente no título traz mais cliques.

  1. Velocidade de ligação negativa

Se você está perdendo backlinks mais rápido do que ganha, então, é uma velocidade de link negativo. Assim, a velocidade da ligação negativa tem de ser evitada para construir um site de qualidade. Velocidade de link negativo pode reduzir significativamente rankings como é um sinal de popularidade decrescente.

  1. Links de Hubpages

Hubpage é uma página que é construida sobre determinado assunto ou tema ou palavra-chave. É mais como uma página de tag ou categoria. O site que cria muitos conteúdos sobre o mesmo tópico pode criar uma página de hub geral. Isso ajuda o Google a classificar melhor para a palavra-chave. Assim, quando um tópico específico está recebendo link do recurso superior, ou seja, páginas hub, então é dado mais valor.

  1. Link de Sites de Autoridade

Receber link de um site considerado um “site de autoridade” provavelmente passa mais valor do que um link de um pequeno site micro nicho.

  1. Ligado como Fonte no Wikipédia

Quando uma página web recebe link da Wikipédia, torna-se um valor adicional, confiança e autoridade aos olhos dos motores de busca. Embora os links são nofollow, muitos pensam que obter um link da Wikipédia dá-lhe um pouco de confiança e autoridade adicionada aos olhos dos motores de busca.

  1. Coocorrências

Coocorrência é a associação de algumas frases particulares ou palavras-chave importantes dos dois sites completamente. A estreita proximidade desenvolvida entre os dois sites é um fator adicional SEO impulsionando.

Cocitação refere-se à semelhança entre dois sites com base em um site de terceiros. Definiria claramente a corelação com os dois locais. Mas coocorrência é algo diferente da cocitação. O conceito de links âncora está enfraquecendo, enquanto que a Coocorrência está se tornando um importante fator de classificação.

  1. Idade de Backlink

Idade de um backlink é fator importante de SEO. Os links mais antigos definitivamente poderia aumentar a classificação do site do que os novos.

  1. Links de Sites Real vs Splogs

Devido à proliferação de redes de blogs, o Google provavelmente dá mais peso a links provenientes de “sites reais” do que de blogs falsos. Eles provavelmente usam marcas e sinais de interação do usuário para distinguir entre os dois.

  1. Perfil de Link natural para SEO Ranking

O Google considera este requisito como um importante fator de classificação. Um site com um perfil de link “natural” vai classificar altamente e ser mais durável para atualizações. Links naturais são aqueles que vêm de diferentes tipos de sites relevantes com variados textos âncora e palavras-chave colocadas em posições diferentes.

  1. Links Recíprocos

Links recíprocos é a troca de links entre dois proprietários de site. Essa troca de link excessivo agora tende a impactar negativamente o ranking de um site nos resultados de pesquisa.

  1. Links de conteúdo gerado pelo usuário

Conteúdo gerado pelo usuário ou UGC é qualquer conteúdo desenvolvido pelo usuário em seu site. O Google considera links de conteúdo gerados pelo usuário (UGC) como um fator de SEO significativo. A diferença entre os links do UGC e o link dos proprietários reais do site pode ser facilmente identificado pelo Google. UGC Links seriam gerados junto com o conteúdo exclusivo, fresco que é desenvolvido pelos usuários e, portanto, ele se destaca como um importante sinal de classificação.

  1. Links de 301

Um redirecionamento 301 é usado quando uma página é movida para um novo local. Links de redirecionamentos 301 podem perder um pouco da importância, em comparação com um link direto.

  1. Microformatos

Microformatos é uma iniciativa introduzida para criar e suportar um conjunto comum de esquemas para marcação de dados estruturados em páginas web. Páginas que suportam micro formatos podem ser classificadas acima de páginas sem. Isso pode ser um impulso direto ou o fato de que as páginas com micro formatos têm uma maior CTR SERP:

  1. DMOZ Listado

Muitos acreditam que o Google dá um pouco mais de confiança em sites listados no DMOZ .

  1. TrustRank de Ligação

A confiabilidade do site ou blog linkando a você determina o quanto “TrustRank” te é passado.

  1. Número de Links de Saída na Página

Um link em uma página com centenas de links de saída passa menos PR do que uma página com apenas alguns.

  1. Links em Perfil de Fórum

Estes links podem influenciar negativamente a sua página web. Se os links são provenientes de perfil de fóruns, o Google pode desvalorizar os seus links por causa do nível de spam nestes lugares.

  1. Contagem de palavras no conteúdo

Um link dentro de um post com mais de 1000 palavras é mais valioso do que um link dentro de um snippet de 100 palavras.

  1. Qualidade do Conteúdo Vinculado

Qualidade do conteúdo que está ligando ao seu site, e é um fator importante para aumentar o ranking SEO do site. Links de conteúdo mal escrito não passam tanto valor quanto links de conteúdo bem escrito.

  1. Sitewide Links

O que é sitewide links? são links que estão presentes em todas as páginas do seu site. O Google considera links de sites em dois pontos de vista diferentes. Um deles é o ponto de vista algorítmico e outro é a investigação manual. No lado algorítmico, o Google comprimiria os links do site de um site como um único link.

 

Compartilhe

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz

Mostrar
Ocultar